Compactação de Vídeo

Como incorporar vídeos em e-mails do Outlook

Última atualização: 14 de outubro de 2019

Como você já deve ter descoberto, o aplicativo Microsoft Outlook (incluindo versões 2007, 2010, 2013 e posteriores) não oferece suporte para incorporação de vídeo em e-mails. 

Assim como muito outros fornecedores, a Microsoft decidiu descontinuar o suporte ao vídeo no e-mail devido ao crescente número de vírus e malwares que são encontrados nestes tipos de arquivos. Ocorre que a inclusão de conteúdo em vídeo no marketing de e-mail é uma ótima idea, pois o vídeo é um recurso digital poderoso.

Felizmente, ainda assim, você pode incorporar vídeos no Outlook Live e existem algumas alternativas simples para o app de desktop também. Eis o que abordaremos: 

  1. Incorporando vídeos nos e-mails do Outlook Live

  2. Incorpore um vídeo nos e-mails do Outlook vinculando-o a uma imagem

  3. Adicione vídeo aos e-mails do Outlook inserindo-o como um anexo

  4. Incorporando vídeos nos e-mails do Outlook usando HTML5 

1. Incorporando vídeos nos e-mails do Outlook Live

Se você estiver usando a versão online do Outlook – ao invés do app de desktop – então a incorporação nos e-mails será muito fácil:

Passo 1: primeiramente, você vai precisar ir ao YouTube e copiar o link para o vídeo que você quer compartilhar. Se for um vídeo que você mesmo criou, será preciso otimizá-lo para o YouTube e enviá-lo para o site.

Passo 2: em seguida, crie uma nova mensagem e cole o link  no corpo do e-mail. Aparecerá uma visualização do vídeo sob o link:

Video preview on Outlook Live

Passo 3: agora você pode excluir o link e escrever sua mensagem  – a visualização vai continuar lá:

Delete video URL

Passo 4: uma vez enviado o e-mail, o destinatário poderá clicar no link e assistir o vídeo sem precisar abrir uma nova janela para isso:

Watch video on Outlook

No app Outlook para móvel, o vídeo vai abrir no app Youtube. 

2. Incorpore um vídeo nos e-mails do Outlook vinculando-o a uma imagem 

Se você estiver usando o app Outlook para desktop, colar o link do YouTube não vai funcionar. Mas como  sugerido neste artigo, você pode incorporar vídeos do YouTube nos e-mails do Outlook da seguinte maneira: 

Passo 1: faça uma captura de tela do seu vídeo e incorpore essa imagem no corpo do seu e-mail.

Passo 2: vincule-a ao seu vídeo hospedado no YouTube (veja abaixo uma dica de como colocar seus vídeos no YouTube rapidamente).

Passo 3: Quando os visualizadores clicarem na imagem, eles poderão ver o vídeo em uma nova janela que se abrirá no navegador.

Link to a picture

Você pode até mesmo adicionar um botão play no centro da imagem usando o Photoshop ou programa similar para tornar o click no vídeo mais intuitivo. 

Nós recomendamos vincular um vídeo hospedado no YouTube porque é mais provável que o  Outlook permita que a imagem seja exibida automaticamente, do que uma com link para um vídeo em outros sites.  

Você deveria usar também uma chamada para ação como seu atributo de imagemm ALT para aquelas pessoas com imagens nos seus e-mails desabilitadas. 

3. Adicione vídeo nos e-mails do Outlook inserindo-o como um anexo

Você pode também adicionar vídeos aos e-mails do Outlook como um anexo. Ao fazer isso, você poderá encontrar restrições do Outlook de tamanho máximo do arquivo anexo (20 MB) já que algumas arquivos de vídeo são excessivamente grandes para serem enviados como anexo de e-mail.

A maneira de contornar  isto e que funciona em muitos arquivos de vídeo é compactá-los antes de adicioná-los ao seu e-mail.  Isto pode reduzir o tamanho do vídeo para abaixo de 20 MB. 

Usando o compactador de vídeo online e o conversor de vídeo online Clipchamp grátis para comprimir e converter seus arquivos de vídeo em MP4, você poderá anexá-los ao seu e-mail do Outlook.

Attach video to email

Depois de acessar o app no seu navegador – você pode criar uma conta crátis e processar até 5 vídeos por mês – basta selecionar o seu vídeo de entrada, depois escolher Otimizar para Móvel, MP4, qualidade Média ou Baixa e uma resolução de 240p, 360p ou 480p na tela onde você pode otimizar seu arquivo para compactar suficientemente seu vídeo de modo que possa ser incorporado como um anexo de e-mail.

Optimize for mobile on Clipchamp

Terminado o processamento, você verá o tamanho do arquivo do vídeo de saída “Salvar & Compartilhar” na tela do Clipchamp. Se o vídeo de saída ainda estiver muito grande, então você pode tentar um diferente conjunto de configurações de compactação clicando em “Compactar outro arquivo” sem salvar o primeiro vídeo de saída. 

Ou ainda, se o seu arquivo de saída estiver suficientemente pequeno, salve-o no seu computador, depois anexe-o ao seu e-mail, exatamente como você faria com qualquer outro arquivo anexado. Deste modo, os destinatários do seu e-mail podem abrir e assistir o vídeo imediatamente.

Successful compression

Graças ao conversor de MP4 online grátis  da Clipchamp, que é parte do processo de compactação, seus vídeos podem ser reproduzidos em qualquer computador moderno, tablet e celular. 

Por favor, repare que alguns vídeos, particularmente aqueles com resoluções e taxas de quadros mais altas, além daqueles de duração mais longa, podem ser muito grandes para mantê-los dentro de um tamanho de arquivo abaixo de 20 MB. 

Para conseguir inserir estes tipos de vídeos em um e-mail, nós recomendamos enviá-los ao YouTube, vinculando-os ao vídeo do YouTube a partir do seu e-mail como descrito no tópico 1.  acima. Entretanto, mesmo os vídeos adicionados aos e-mails desta maneira, a compactação deles vai ajudar, já que o envio de vídeos menores para o YouTube é muito mais rápido. 

4. Incorporando vídeos em e-mails do Outlook usando HTML5

Se você leva jeito com HTML5, pode adicionar um código ao seu e-mail que incorpore seu vídeo junto com uma imagem de visualização da sua escolha.

Basta percorrer o código e substituir os títulos predefinidos, vídeo, e imagem pelos seus  próprios. Por exemplo, na sequência de tags abaixo, você atualizaria o texto entre as tags do título para adequá-lo ao conteúdo do seu e-mail:

Dependendo do seu dispositivo e do seu servidor de e-mail, o código necessário exato é um pouco diferente. Há também códigos contingenciais para os casos em que os servidores de e-mail ou dispositivos dos destinatários não permitem incorporação de HTML5. Se você tiver algum problema, dê uma olhada neste artigo para mais informações.

More from the Clipchamp blog

Start creating video with Clipchamp Create for free.