Dicas de Produção de Vídeo

Como obter permissão para usar uma música no YouTube

Atualizado em 13 de agosto de 2022
Escrito por Christie Passaris
Clipchamp é um editor de vídeo online gratuitoExperimente grátis
Compartilhe este post
Uma mulher ouvindo música apontando para um vídeo no YouTube

Quer saber como obter permissão para usar uma música no YouTube? Não importa se você quer colocar um jingle animado na introdução do seu vídeo, ou uma melodia tranquila em um slideshow — saiba que incluir músicas em seu conteúdo do YouTube faz toda a diferença. No entanto, não é toda música que você pode usar gratuitamente em seus vídeos.  

Continue lendo para aprender como obter permissão para usar músicas em vídeos do YouTube e conheça algumas alternativas para encontrar músicas sem direitos autorais. 

O que acontece se você carregar um vídeo protegido por direitos autorais no YouTube?

Caso você carregue conteúdo com músicas protegidas por direitos autorais, saiba que as diretrizes do YouTube são bastante rigorosas. Existe uma série de consequências de você subir músicas ou vídeos protegidos por direitos autorais. A mais comum delas é o YouTube solicitar a remoção do vídeo protegido por direitos autorais de sua conta. 

É necessário obter uma permissão para evitar consequências jurídicas. Carregar conteúdo no YouTube sem seguir as diretrizes de direitos autorais da plataforma e sem obter a devida autorização de uso da obra também pode resultar em: 

  • Seu vídeo ficar sem som 

  • Desmonetização de seu vídeo, e anúncios colocados em toda a duração dele

  • Exclusão do vídeo do YouTube

  • Penalizações para seu canal do YouTube 

  • O dono dos direitos autorais da obra receberá todo o lucro dos anúncios

  • O monitoramento das estatísticas de público e visualizações ficará menos confiável

  • Se houver um número excessivo de violações, seu canal poderá ser excluído de forma permanente. 

Como saber se uma música tem direitos autorais no YouTube?

Se a faixa de áudio ou música no seu vídeo no YouTube não indicar que não possui direitos autorais, entende-se que a música é protegida por direitos autorais. Se você não tem certeza se a música possui direitos autorais ou não cobra por royalties, siga os dois passos abaixo para conferir o licenciamento da música e as opções de autorização de uso. 

1. Leia a descrição do vídeo no YouTube

A forma mais fácil de descobrir se uma música é protegida ou não por direitos autorais é ler a descrição do vídeo no YouTube, onde normalmente é indicado se a música pode ser baixada e usada livremente. Geralmente, a descrição contém mais informações sobre o artista, ou deixa claro que a faixa não cobra royalties ou não possui direitos autorais. 

2. Carregue seu vídeo do YouTube como privado ou não listado

Se você não tiver certeza se a música em seu vídeo do YouTube cumpre as diretrizes de direitos autorais do YouTube, basta carregar o vídeo como privado ou não listado primeiro. O Content ID do YouTube avisará se existe alguma restrição no licenciamento da obra. Se o áudio estiver protegido por direitos autorais, você receberá um alerta na tela. 

Um exemplo de mensagem de erro de violação de direitos autorais seria: “Este vídeo não está disponível no momento devido a denúncias de violações de direitos autorais” ou “Seu vídeo continua no YouTube, mas pode estar indisponível em alguns países”. 

Como obtenho permissão para usar uma música com direitos autorais?

De fato, para criadores de conteúdo, pode ser um processo um tanto demorado obter autorizações de uso de músicas. Para economizar o máximo de tempo e energia possível gastos em pesquisas, conheça abaixo as diferentes maneiras de usar músicas legalmente protegidas por direitos autorais no YouTube.

Passo 1. Encontre o proprietário do direito autoral

Primeiro, você precisa descobrir quem é dono da música que você usou ou quer usar, e entrar em contato com essa pessoa diretamente. 

Talvez você esteja pensando: como vou obter permissão para usar uma música protegida por direitos autorais de um músico famoso? Parece impossível, não é? Felizmente, existem muitas organizações que podem ajudar você a entrar em contato com a editora da música do artista, seja a pessoa famosa ou não.

Veja abaixo uma lista de empresas de licenciamento de música para criadores de conteúdo dos EUA, Austrália e Reino Unido: 

  • SESAC, ASCAP e BMI (usuários dos Estados Unidos)

  • APRA AMCOS (usuários da Austrália) 

  • PRS (usuários do Reino Unido) oferecem licenças para uma variedade de músicas conhecidas

Passo 2. Abra uma diálogo para obter um acordo de permissão

Depois de encontrar e entrar em contato com o dono da obra que deseja usar, você terá que negociar um acordo de permissão com a organização que controla os direitos da faixa. O acordo de permissão deve incluir: 

  • Informações sobre você e seu canal do YouTube 

  • O meio que a obra será usada (TV ou YouTube)

  • Título da música

  • Duração da música 

  • Por quanto tempo você gostaria de usar a música no vídeo

  • O número aproximado de visualizações esperadas 

  • O objetivo de obter a permissão (comercial ou sem fins lucrativos)

Passo 3. Crie um acordo de permissão por escrito

Depois de negociar e aprovar o acordo de permissão, é necessário registrá-lo por escrito. Evite entrar em acordos verbais com donos de obras, pois são menos rigorosos e eficazes do que acordos por escrito. Se o acordo de permissão não estiver por escrito, mal-entendidos podem resultar em disputas judiciais desagradáveis no futuro. 

Quanto custa obter uma permissão de uso?

Às vezes, criadores de conteúdo precisam pagar para obter aprovação e utilizar músicas com direitos autorais no YouTube. O custo de obter um licença de uso de obra pode variar bastante e depende de quão conhecido é o artista, ou se é um músico independente de menor projeção. Artistas menores podem cobrar menos de US$ 100 de um YouTuber. No entanto, artistas maiores e mais famosos podem cobrar milhares de dólares. 

E, é sempre bom lembrar: existem licenciamentos de obras que podem conter pegadinhas. Artistas e empresas detentoras do licenciamento de músicas podem cobrar do YouTuber uma porcentagem da receita obtida pelo vídeo, ou reverter esse montante como uma forma de pagamento.

Ao adquirir a aprovação de uso de uma obra, certifique-se de ler todos os termos e as condições do acordo, não realize nenhum pagamento se estiver com dúvidas sobre o contrato e decida se realmente vale a pena pagar o preço da faixa. Lembre-se: sempre existe uma alternativa mais acessível e barata do que pagar por música no YouTube. Continue lendo para saber mais sobre essas outras opções.  

Outras opções para não ter que usar músicas com direitos autorais

Ter que pagar pelo licenciamento de uma música pode dar a impressão de que será muito caro, ou que levará tempo demais para que aconteça. Portanto, encontramos quatro alternativas para você não ter que depender de músicas protegidas por direitos autorais no YouTube, e que ainda seguem as diretrizes de direitos da plataforma. Todas são opções que não cobram royalties, ou seja, o criador pode usar a música ou faixa de áudio sem ter que pagar direito autoral. Veja abaixo as alternativas.

1. Músicas sem royalties no YouTube 

Para não ter que pagar direitos autorais por músicas no YouTube, acesse milhares de categorias sem royalties na plataforma. A biblioteca de músicas gratuitas e sem direitos autorais do YouTube tem tudo o que você precisa, incluindo faixas de rock, pop, meditação, música de fundo, hip hop ou de balada. Encontre obras na Biblioteca de áudio, ou salve uma música sem royalties retirada diretamente de um vídeo existente no YouTube. 

Basta encontrar a faixa gratuita, confirmar se o uso está liberado e, em seguida, baixá-la diretamente do YouTube. Não sabe como baixar músicas do YouTube? Confira o guia passo a passo do Clipchamp para criadores. 

2. A biblioteca de música gratuita sem direitos autorais do Clipchamp

Com o recurso do Clipchamp para o YouTube que disponibiliza músicas sem direitos autorais, você pode criar vídeos incríveis que não precisam de uma autorização ou permissão de uso de obra musical. YouTubers podem adicionar efeitos sonoros e trechos de músicas aos seus vídeos; basta encontrá-los no acervo de milhares de categorias, como esportes, vocais, introdução e encerramento, descontração, feliz e animado, música promocional, música para trailers de filmes e muito mais. Também é possível publicar vídeos diretamente no YouTube pelo editor de vídeo online gratuito do Clipchamp.

Clipchamp’s free non-copyrighted music library

3. Plataformas de músicas sem royalties

Você precisa usar uma música específica e sem direitos autorais? Existem sites gratuitos e pagos de terceiros, voltados para criadores de conteúdo, que oferecem músicas bastante conhecidas mas em versões de remix. Sites como SoundCloud e Premium Beat são ótimos. 

4. Use sons conhecidos e licenciados no TikTok

Seu vídeo no YouTube está recebendo denúncias devido a violações de direitos autorais, mesmo você fazendo de tudo para que isso não aconteça? Talvez o YouTube não seja a melhor plataforma para você subir seu conteúdo de vídeo. Aplicativos de mídias sociais, como o TikTok, são totalmente baseados em sons conhecidos e de tendência, licenciados e autorizados para uso pelo app. Portanto, se você deseja criar um vídeo com uma música pop ou uma obra conhecida, recomendamos compartilhar seu conteúdo no TikTok em vez do YouTube.

Crie vídeos para o YouTube usando músicas gratuitas e sem direitos autorais com o editor de vídeo online  do Clipchamp.

Mais do blog Clipchamp

Como criar trailers interessantes para o seu canal do YouTube

12 de outubro de 2021
Curte trailers de filmes? E quem não curte? Essas imagens escolhidas a dedo deixam…

Como escrever um briefing de campanha de vídeo (com exemplos)

6 de novembro de 2020
Criar vídeos para marcas nunca foi tão simples. Diariamente, com o toque de um botão…

Como usar um vídeo como plano de fundo no Zoom

7 de agosto de 2020
Até março de 2020, o Zoom era um app de videoconferência um tanto desconhecido, utilizado…

Comece a criar vídeos gratuitos com o Clipchamp

It looks like your preferred language is English